[Botão WhatsApp]

Entendendo os Limites de Pontos na CNH com Exemplos Práticos

Imagine o Carlos, um motorista atento que recentemente recebeu uma multa por não parar no sinal vermelho, uma infração gravíssima que adicionou 7 pontos à sua CNH. Carlos sabe que o limite de pontos que pode acumular em 12 meses é de 20 para motoristas comuns e 40 para motoristas profissionais. Ele está preocupado, pois não quer que um erro coloque sua licença para dirigir em risco.

Após a multa do sinal vermelho, Carlos decide verificar sua pontuação. Ele descobre que, 8 meses atrás, ele também foi multado por excesso de velocidade, o que lhe rendeu mais 5 pontos. Agora, ele tem um total de 12 pontos. Carlos marca no calendário a data em que a primeira multa completará um ano, pois é nesse momento que os pontos dela não contarão mais para o limite de 20 pontos.

Alguns meses depois, Carlos é parado em uma blitz e, para seu alívio, ele não recebe nenhuma multa. Ele sabe que se ele tivesse cometido outra infração gravíssima, poderia ter somado mais 7 pontos e ultrapassado o limite de 20 pontos, o que resultaria na suspensão da sua CNH.

Enquanto isso, temos a história de Ana, uma motorista profissional que dirige um caminhão. Ela sabe que o limite de pontos para ela é maior, 40 pontos em 12 meses. Ana recebeu uma multa por estacionar em local proibido, uma infração média que adicionou 4 pontos à sua carteira. Ela já tinha outras multas nos últimos 12 meses, totalizando 28 pontos.

Ana fica atenta às datas de suas infrações anteriores. Ela sabe que, se não cometer novas infrações nos próximos 4 meses, 12 pontos de infrações mais antigas serão removidos do seu registro, pois completarão um ano. Isso a deixará com 16 pontos, uma margem segura abaixo do limite para motoristas profissionais.

Carlos e Ana se lembram de que o período de 12 meses é móvel, ou seja, sempre conta a partir da data da infração mais antiga que ainda está dentro desse intervalo. Eles entendem que a melhor maneira de evitar problemas é dirigir de forma consciente e respeitar as leis de trânsito.

Para manter o controle de seus pontos, Carlos e Ana usam aplicativos e o site do DETRAN para monitorar suas pontuações. Eles também se comprometem a participar de cursos de reciclagem para aprimorar suas habilidades de direção e conhecimento das leis de trânsito.

Ao adotar essas práticas, Carlos e Ana não apenas evitam a suspensão da CNH, mas também contribuem para um trânsito mais seguro para todos. Eles se tornam exemplos de como a responsabilidade e a atenção podem garantir que os motoristas permaneçam nas estradas, livres de infrações e com suas CNHs intactas.

Comentários

Inserir comentários

Nome:

E-mail:

Comentários:

2jt

Últimos comentários

Nenhum comentário. Seja o primeiro a comentar :)

Mais artigos

Buscar pelo código do artigo

Navegar por categorias

#00183

Infrações administrativas tipos motivos caminhos para absolvição

Infrações Administrativas ➥ Doutrina e Conceitos

Acessar

#00254

Consequências de ser pego na Lei Seca

Defesa Lei Seca ➥ Doutrina e Análise

Acessar

#00223

Ações no Juizado Especial - Tipos de Exemplos

Juizado Especial ➥ Civel Criminal Fazenda

Acessar

#00102

Alimentos podem interferir no teste do bafômetro?

Defesa Lei Seca ➥ Civel Criminal Fazenda

Acessar

#00191

Invasão de domicílio sem justificativa é inválida afirma ministro

Advogado Criminal ➥ Crime

Acessar

#00131

Estagiários e Acadêmicos de Direito - Não desistam no meio do curso

Estagiários de Direito ➥ Conhecimento

Acessar

#00112

Quais são as principais causa de acidente de trânsito #002

Acidente de Trânsito ➥ Conhecimento

Acessar

#00265

Curso Direito de Trânsito Processo Administrativo de Trânsito

Cursos Jurídicos ➥ Curso Direito de Trânsito

Acessar